Ásia, Índia, Roteiros

Roteiro de 3 semanas na Índia

Montar um roteiro de viagem para Índia não é uma tarefa assim tão fácil. O país é enorme, tem muita coisa legal pra ver e a locomoção de um lugar para o outro as vezes é meio complicada. A primeira coisa que você tem que ter em mente é quantos dias vai ter pra passear lá. A segunda coisa é ter uma noção de quais lugares você quer muito visitar.

No meu caso, eu tinha 3 semanas de férias para tirar. A minha intenção era conhecer o máximo que eu pudesse. Em 3 semanas até dá para conhecer o país de norte à sul, já vi gente que fez isso. Mas não daria pra aproveitar da maneira como eu queria. Um outro contratempo surgiu, era época de monções e muitas cidades do sul do país estavam sofrendo com as enchentes. Era até perigoso visitar aquelas áreas.

Então foi assim que decidi que iria explorar o máximo que eu pudesse do norte da Índia nessa minha viagem. E voltar para conhecer o sul da Índia em uma outra oportunidade.

Na minha opinião esse roteiro de 3 semanas na Índia ficou excelente. Eu não mudaria absolutamente nada. Conheci todas as cidades do Triângulo Dourado, assim como a sagrada Varanasi, a romântica Udaipur e a good vibes Rishikesh. Algumas partes do trajeto fiz de trem e outras fiz de avião. Tudo depende do tanto de tempo que você tem e do seu orçamento.

Confira abaixo os detalhes desse roteiro incrível que me deu muito trabalho pra montar, mas modéstia parte, ficou perfeito:

→ Rota Rosa: trajeto feito de avião
→ Rota Azul: trajeto feito de trem

Roteiro Resumido

Dia 1: Londres - Nova Deli
Dia 2: Nova Deli
Dia 3: Nova Deli
Dia 4: Nova Deli - Varanasi
Dia 5: Varanasi
Dia 6: Sarnath
Dia 7: Varanasi
Dia 8: Agra
Dia 9: Agra
Dia 10: Agra - Jaipur
Dia 11: Jaipur
Dia 12: Jaipur
Dia 13: Jaipur
Dia 14: Jaipur - Udaipur
Dia 15: Udaipur
Dia 16: Udaipur - Rishikesh
Dia 17: Rishikesh
Dia 18: Rishikesh
Dia 19: Rishikesh - Nova Deli
Dia 20: Nova Deli
Dia 21: Nova Deli - Londres

Roteiro Detalhado

Dia 1: Londres – Nova Deli

Cheguei em Nova Deli no começo da manhã, depois de 15 horas de viagem com escala em Dubai. Do aeroporto fui direto para o hostel em Paharganj deixar as mochilas e tomar um banho. A primeira parada do dia foi o templo Akshardham. Depois almocei na região de Connaught Place e de lá fui para a segunda parada do dia no templo Lótus. Terminei o dia explorando as ruas de Paharganj, aonde jantei e voltei para o hostel.

Dia 2: Nova Deli

Segundo dia foi bem longo. Primeira parada foi a mesquita Jama Masjid. Depois explorei as ruazinhas em volta da mesquita, que é o bairro mais antigo da capital conhecido como Old Delhi. Caminhei até a avenida Chandni Chowk que é bem famosa pelo seu comércio. Almocei em Connaught Place. Caminhei até a feirinha Janpath Market e depois até o observatório astronômico Jantar Mantar. Peguei um tuk-tuk até o templo sikh Bangla Sahib. Em seguida fui ao templo Narayan Mandir. Por último visitei o Parlamento Indiano, a Residência do Presidente e o monumento India Gate. Voltei para o hostel para um banho e fui jantar no Khan Market.

Dia 3: Nova Deli

Peguei um Uber até o minarete Qutub, que fica bem distante do centro. De lá peguei um taxi de volta até a Tumba de Humayun. Fui almoçar no Khan Market. Na parte da tarde fui conhecer o Forte Vermelho. Novamente, fui jantar no Khan Market.

Dia 4: Nova Deli – Varanasi

Peguei um voo de Nova Deli para Varanasi logo pela manhã. Cheguei e fui direto para o hotel deixar as mochilas. Andei um pouco pela cidade até achar um restaurante para almoçar. Do restaurante caminhei até o Dashashwamedh Ghat para assistir a celebração do Aarti.

Dia 5: Varanasi

A programação do dia foi explorar a cidade de Varanasi. Caminhei por dentro da cidade desde o Meer Ghat, aonde o hotel ficava, até o Assi Ghat. Na volta, novamente vim caminhando, mas dessa vez beirando o rio. Uma ótima opção é fazer o passeio de barco. Na parte da noite voltei ao Dashashwamedh Ghat para assistir ao Aarti de dentro de um barco.

Dia 6: Sarnath

De Varanasi comprei um passeio de tuk-tuk para passar o dia em Sarnath, um povoado à 40 minutos de Varanasi. A primeira parada foi no templo e mosteiro Tailandês, aonde também fica uma estátua gigante de Buda. De lá segui para a atração principal que é a Dhamekh Stupa, local onde Buda teria dado seu primeiro discurso após ter alcançado a iluminação. Em seguida ainda visitei o templo srilankês Mulagandhakuti Vihara e por último o templo japonês.

Dia 7: Varanasi

Comecei o dia visitando o Marnikarnika Ghat, mais conhecido como Burning Ghat, aonde corpos são cremados e jogados ao rio. Logo em seguida fui visitar o templo Kashi Vishwanath, de longe o meu favorito na Índia. Voltei pro hotel, almocei e preparei as mochilas. Na parte da tarde peguei um trem noturno com destino à Agra.

Dia 8: Agra

Cheguei em Agra com 6 horas de atraso. Depois de fazer o check-in e almoçar, tirei a parte da tarde para descansar um pouco e recompor as energias. Jantei no mesmo hotel aonde estava hospedada.

Dia 9: Agra

Hoje o dia ficou por conta de conhecer as principais atrações turísticas de Agra. Fui ver o amanhecer do dia no incrível Taj Mahal. Voltei pro hotel para o almoço. Na parte da tarde fui visitar o Forte de Agra, um lugar que não pode ficar de fora do seu roteiro. Novamente, jantei no hotel.

Dia 10: Agra – Jaipur

Acordei as 5 da manhã para ir à estação pegar o trem com destino à Jaipur, conhecida como Pink City. Cheguei em Jaipur no horário de almoço. Depois de fazer o check-in, tomar banho e almoçar, foi hora de preparar o roteiro dos próximos dias. Tomei um delicioso café da tarde em uma cafeteria que ficava pertinho do hotel.

Dia 11: Jaipur

Já com a energia recarregada e os roteiros montados, foi hora de explorar Jaipur. Hoje o dia foi bem produtivo, deu pra conhecer bastante coisa. Peguei um Uber até o vilarejo de Amber onde fica o Forte de Amber. De lá caminhei até o Forte Jaigarh. Fechei um pacote com um motorista de tuk-tuk e fui conhecer o stepwell Panna Meena Ka Kund, em seguida fui ao Forte de Nahargarh. E por fim, esse mesmo motorista me levou até o Palácio da Água, conhecido como Jal Mahal e de volta para o hotel. Jantei no restaurante do hotel.

Dia 12: Jaipur

Do hotel fui de tuk-tuk até o Patrika Gate, um dos corredores mais fotografados de Jaipur. Em seguida, peguei um tuk-tuk até o Tripolia Gate e de lá caminhei até a Torre Sagarsuli. Em seguida fui explorar as ruas do centro antigo de Jaipur, a famosa Pink City, onde ficam todas as construções rosas. Caminhei até o cartão-postal de Jaipur, o Hawa Mahal, mais conhecido como o Palácio dos Ventos. Depois fui conhecer o observatório astronômico Jantar Mantar. Em seguida caminhei até o Royal City Palace, o palácio real da cidade, que foi um dos highlights do dia. De lá, caminhei até o templo Govind Devji. Jantei no restaurante do hotel.

Dia 13: Jaipur

Paguei um Uber do hotel até o Royal Gaitor, um mausoléu que era utilizado para a cremação de governantes reais de Jaipur. De lá peguei um tuk-tuk até o templo Birla Mandir. Em seguida fui tomar um café da tarde no shopping World Trade Park. Voltei para o hotel para tomar um banho e jantar no restaurante do hotel.

Dia 14: Jaipur – Udaipur

Hoje o dia começou bem cedinho. Peguei um avião de Jaipur até Udaipur as 8 da manhã. Cheguei no hotel em Udaipur por volta do horário de almoço. Após fazer o check in e deixar as malas, almocei no restaurante do hotel. Na parte da tarde fui direto conhecer o Sajjan Garh Palace, mais conhecido como Moonson Palace, que possui a vista mais linda para a cidade de Udaipur. Por conveniência, também jantei no restaurante do hotel.

Dia 15: Udaipur

Do hotel peguei um tuk-tuk até o centrinho da cidade, aonde ficam as principais atrações turísticas. Comecei o dia visitando o templo Jagdish. De lá caminhei até o City Palace que além de ser enorme é uma das principais atrações da cidade. Almocei nos arredores do palácio. Em seguida caminhei por dentro da cidade até uma outra entrada atrás do palácio, de onde saem os passeios de barco no lago Pichola. O barco passou em volta do Palácio Jag Niwas e seguiu para o Palácio Jag Mandir, onde pudemos descer do barco para conhecer esse lindo local. De volta à cidade, peguei um tuk-tuk até o hotel, aonde eu jantei.

Dia 16: Udaipur – Rishikesh

Comecei um dia com um belo café da manhã no hotel. Depois foi hora de fazer o check out e seguir para o aeroporto, de onde peguei um voo até Dehradun, com escala em Nova Deli. O que me fez perder algumas horas, pois só cheguei em Rishikesh por volta das 8 da noite. Fiz o check-in no hotel e fui jantar em um restaurante vegano próximo ao hotel.

Dia 17: Rishikesh

Apos o café da manhã no hotel, foi hora de explorar a cidade a pé. Caminhei por dentro do bairro, onde há um pequeno comércio, até chegar a ponte Lakshman Jhula. Depois do almoço, foi hora de caminhar até a ponte Ram Jhula. De lá fiz todo o caminho de volta a pé até o hotel, mas dessa vez pelo do outro lado do rio Ganges.

Dia 18: Rishikesh

Hoje tirei o dia para relaxar e curtir a vibe da cidade. Depois do café da manhã, fui conhecer o templo Trayambakeshwar. Almocei em um dos restaurantes com uma linda vista para o rio Ganges. A parte da tarde tirei para descansar.

Dia 19: Rishikesh – Nova Deli

Logo pela manhã peguei um voo de Dehradun de volta para a capital Nova Deli. Almocei no Khan Market, local onde fica meu restaurante favorito de Nova Deli. De lá segui para o hotel em Connaught Place, para fazer o check-in e deixar as mochilas. Na parte da tarde aproveitei para explorar as lojas da região de Connaught Place.

Dia 20: Nova Deli

Reservei uma diária em um hotel 5 estrelas (com desconto de funcionário) na Aerocity. Passei o dia inteiro relaxando na piscina do hotel, depois de 3 semanas intensas eu merecia! Só saí de lá para almoçar e depois jantar na praça de alimentação do Worldmark.

Dia 21: Nova Deli – Londres

Hora de fazer as malas e voltar pra casa! Peguei um Uber do hotel até o aeroporto. O hotel que me hospedei na última noite na Índia, ficava a menos de 10 minutos do aeroporto. Rapidinho despachei tudo e peguei o voo de volta à Londres com escala em Dubai.

Veja todos os posts da Índia no Mais um Destino.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *